TUELA LIMA E O AMOR

Poesias de Amor

Textos


SEM LEI, SEM LIMITE, SEM RUÍNAS






Sem lei, sem limites, sem ruínas.
O tempo colhe alvitre,
nos leva para as sombras da saudade.

Tempo comovente,
se arrasta e transforma
o brilho do olhar, furtando assim o riso.

Caminhadas e suspiros,
pelas trilhas da saudade.
Vale do brinde encharcado de imagens revestidas
de esperanças,
colhidas ao acaso,
verdade escondida,
ditada pelo fado.




 
TUELA LIMA
Tuela Lima
Enviado por Tuela Lima em 07/12/2015
Alterado em 13/09/2017

Música: ALOUETTE - DENISE EMMER

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras