TUELA LIMA E O AMOR

Poesias de Amor

Textos

CRONICA AO AMOR


                        CRONICA AO AMOR

                        
                        Todos nós almejamos ser amados! Sem amor nos sentimos sozinhos, nos angustiamos em relação ao futuro.
                         Não está em jogo só o amor, mas a questão da auto-estima. Em cada forma de amor está presente à questão se merecemos ser amados. No amor se abriga o desejo de ser único para a outra pessoa, que ela nos ame com exclusividade.
                          Quem já experimentou um amor verdadeiro é capaz de ficar em paz. Depois de experimentar um amor verdadeiro não existe a preocupação de ser correspondido ou não. Essa questão passa pelo vazio e se perde no tempo!
               No desejo do coração por um amor não está em jogo o desejo, incluem também a busca por uma relação de confiança e felicidade.
                           O amor que amadureceu e sai do estágio de se estar apaixonado aceita o outro com seus defeitos, dá-lhe seu apoio, o aceita como é.
                           Sabemos que pessoas experientes sabem superar a fase da paixão. Sabem amar para sempre.
                           O amor é o sentimento mais poderoso no ser humano! Quando a pessoa encontra-se amando ela se relaciona com as outras pessoas de forma carinhosa, de dentro de si emana um calor humano que faz bem a todos à sua volta. Descrever o que se passa no coração de uma pessoa que ama é muito difícil. Acredito que não existam palavras que possam exprimir um sentimento tão nobre como o amor.  Peço desculpas ao AMOR por não conseguir expressar tão bem aqui o quão grande é um amor verdadeiro. Não encontrei palavras fidedignas que possam expressar na realidade o que possa ser o AMOR VERDADEIRO!
Tuela Lima
Enviado por Tuela Lima em 12/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras