TUELA LIMA E O AMOR

Poesias de Amor

Textos

REENCONTRO COM O DIÁRIO

                     REECONTRO COM O DIÁRIO

              Há quanto tempo não escrevo em você! - Você andou muito tempo perdido!
              Agora que te achei volto a escrever sobre os meus dias.
              Sinto saudade do futuro que se idealiza, provavelmente não será do jeito eu que penso que vai ser... Tenho que ter coragem para fazer a constatação!
               Sinto saudades de quem me deixou e de quem disse que viria e nem apareceu; de quem apareceu correndo sem ter tido tempo de me conhecer direito; de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.
               Sinto saudades de quem não me despedi direito; dos livros que li e que me fizeram “viajar” e sonhar, das músicas que me fizeram chorar! Não há como sonhar para criar um futuro de esperanças na realização daquilo que sonhamos. Não posso me acostumar com aquilo que não me faz feliz. Não posso desistir do meu sonho. Tenho que alagar o meu coração com a água da esperança, sentir o perfume do vislumbre de um futuro. Não posso desistir do meu sonho, é ele que alimenta a minha alma, é ele que me torna, a cada dia, mais obstinada pela felicidade de viver flutuando. Pois o viver é um espetáculo imperdível.          
Tuela Lima
Enviado por Tuela Lima em 06/04/2007
Alterado em 12/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras